CREAS promove ações de combate à violência contra a pessoa idosa
14/06/2017

voltar
CREAS promove ações de combate à violência contra a pessoa idosa
A assistente social do CREAS, Rafaela Filomena Bortoleto, faz esclarecimentos aos idosos cadastrados no CRAS do Jardim Alvorada, propondo o enfretamento e a denúncia da violência contra esses cidadãos / Foto: Assessoria de Comunicação PMS

Dia 15 de junho é o Dia Mundial de Conscientização e Enfrentamento da Violência Contra a Pessoa Idosa. A data foi instituída em 2006, pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Rede Internacional de Prevenção à Violência contra a Pessoa Idosa, com o objetivo de criar uma consciência mundial, social e política da existência da violência contra a pessoa idosa e, simultaneamente, disseminar a ideia de não aceitá-la como normal.

Em Sertãozinho, com o respaldo da Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania, o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) vem promovendo, desde o último dia 13, ações de conscientização junto aos idosos atendidos por algum programa dos CRASs (Centros de Referência de Assistência Social) e do Centro de Convivência do Idoso, com a intenção de ampliar o acesso dessa população às formas de denúncia.

A atividade começou pelo CRAS “Braz Carmona”, que é referência para os bairros localizados no entorno do Jardim Alvorada. No local, os idosos cadastrados puderam participar de um bate-papo com a assistente social do CREAS, Rafaela Filomena Bortoleto, que é responsável pelo enfrentamento das situações de violência contra idosos no órgão. “É importante que os idosos aprendam a identificar as formas de violência, que podem ser física e/ou psicológica. O abandono, a negligência alimentar e de saúde, além da negligência financeira, que é quando um familiar se apodera dos recursos financeiros do idoso, também são muito comuns. Atualmente, temos 70 casos ativos de violência ou negligência a idosos em acompanhamento, na cidade de Sertãozinho”, alertou a profissional.

Vale destacar que, os casos de violência contra idosos podem e devem ser denunciados, de forma inteiramente anônima, através do Disque 100 (Direitos Humanos). O CREAS também recebe essas denúncias em sua sede, com total sigilo, que podem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 17h, à avenida José Antônio Angelotti, nº 159, no Jardim 1º de Maio.

A ação seguirá em todos os CRASs da cidade e do Distrito de Cruz das Posses, durante as próximas semanas. “Estamos realizando esse trabalho junto ao público já cadastrado na área da assistência social do município. Porém, todos os idosos de Sertãozinho e Cruz das Posses estão convidados a participar do bate-papo, para esclarecerem dúvidas sobre o assunto”, completa a coordenadora do CREAS, Ludmila Limonti de Souza.

Confira o cronograma dos próximos encontros, que são abertos à população:

- 19/06 (segunda-feira), às 10h30 – CRAS 1 – Rua Antônio Zanandrea, 776 – Conjunto Habitacional “Anélio Celline”;

- 20/06 (terça-feira), às 9h30 – CRAS 3 – Rua Antônio Bianchi, 156 – Jardim Sindicato;

- 21/06 (quarta-feira), às 9h20 – Centro de Convivência do Idoso – Rua Washington Luís, 603 – Jardim Soljumar;

- 23/06 (sexta-feira) às 9h30 – CRAS 4 – Rua XV de Novembro, 857 – Cruz das Posses.


Fonte: Assessoria de Comunicação PMS
  • Imprima
    esse Conteúdo
  • Envie para
    um amigo
  • Compartilhar
    o conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •