Ferramentas em prol da conscientização ambiental: piloto de mata ciliar
12/10/2017

voltar
Ferramentas em prol da conscientização ambiental: piloto de mata ciliar
Vista do piloto de mata ciliar na Escola Ambiental / Foto: Arquivo SEMA

Sempre preocupada com a qualidade da informação levada aos seus visitantes, a Escola de Educação Ambiental “Clovis Badelotti” verificou a necessidade de criar algumas ferramentas com objetivo de propiciar aos alunos visitantes, uma experiência mais assertiva sobre as práticas do uso correto do solo e sua potencialização,
impedindo que o mesmo não seja fragilizado.

Assim, optou-se pela criação de um piloto de mata ciliar, já que a recomposição das matas ciliares é de extrema preponderância no Brasil, uma vez que, primariamente, desempenham o papel de proteger as margens dos corpos d’água, evitando o assoreamento, e também favorecem a regularização da vazão dos rios e córregos além de oferecer abrigo e alimentação para a fauna local.

As principais causas do assoreamento de rios, ribeirões e córregos, lagos, lagoas e nascentes estão relacionadas aos desmatamentos, tanto das matas ciliares, quanto das demais coberturas vegetais que, naturalmente, protegem os solos.

Na implantação do piloto de mata ciliar, diversas espécies nativas foram introduzidas, com o objetivo de evitar a degradação do solo e propiciar aos visitantes uma alternativa e práticas ambientais referentes ao tema.

Os visitantes da Escola de Educação Ambiental, ao escolherem o tema de proteção do solo, vão até o ponto onde está instalado o modelo de mata ciliar, que demonstra e explica na prática como é importante para a proteção do solo a preservação da mata. Os itens mais destacados pelos visitantes são a qualidade do solo, abrigo da fauna, temperatura, margens do canal preservadas e outros.

A escola visitante define a proposta, podendo incluir no roteiro de visitações da Escola de Educação Ambiental as temáticas referentes à proteção do solo, usando como ferramenta a mata ciliar.

No período de outubro/2016 a setembro/2017, aproximadamente 2.000 alunos, de 35 escolas municipais, estaduais, particulares e entidades participaram desta atividade, na Escola Ambiental, adquirindo mais conhecimento sobre o tema de conservação do solo e dos recursos hídricos, além da importância das matas na conservação da biodiversidade da fauna e da flora.

 


Fonte: Assessoria de Comunicação PMS
  • Imprima
    esse Conteúdo
  • Envie para
    um amigo
  • Compartilhar
    o conteúdo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •