Menu
VACINAÇÃO GERA ALÍVIO PARA ENFERMEIRAS DE SERTÃOZINHO

VACINAÇÃO GERA ALÍVIO PARA ENFERMEIRAS DE SERTÃOZINHO

Profissionais que atuam no polo COVID-19 na UPA, relatam tranquilidade após chegada do imunizante

 

A campanha de vacinação iniciada pela prefeitura de Sertãozinho, há uma semana, já reflete uma sensação de confiança para os profissionais de saúde, que atuam na linha de frente no combate à Covid-19. Depois da Santa Casa, a vacinação seguiu para o polo de atendimento, montado ao lado da UPA (Unidade de Pronto Atendimento).

 

As enfermeiras Carla Cristina da Silva Teciano e Elaine Cristina Espangeuer Melo, foram vacinadas com a primeira dose da CoronaVac, produzida pelo laboratório chinês SinoVac, em parceria com o Instituto Butantan.

 

Carla Cristina, que trabalha na UPA há 3 anos, atua desde o início da pandemia nos atendimentos aos pacientes infectados com o vírus. Ela conta que a vacinação trouxe tranquilidade para continuar na função daqui para frente. “Representa um alívio para mim, uma luz no fim do túnel e estou mais tranquila para trabalhar”, afirma a enfermeira, que mora com o filho e o marido em Sertãozinho.

 

Elaine Cristina, ficou ainda mais exposta ao vírus depois que passou a trabalhar na ala de casos graves da doença. Apesar da alta exposição, ela não foi contaminada. A enfermeira tinha medo de levar o vírus para casa. “Moro com minhas filhas e meu marido. Passei todo esse tempo com medo, mas agora estou aliviada e aguardando a segunda dose”, afirmou a profissional que atua na área há 14 anos.  

 

A secretaria municipal de Saúde conseguiu vacinar cerca de 200 profissionais da UPA. Os outros que ainda não foram imunizados, devem receber a aplicação do imunizante nos dois próximos lotes. “Aqui ficaram de fora, por enquanto, os profissionais do administrativo, terceirizados, entregadores e a segurança. A nossa esperança é de que os outros lotes da vacina cheguem logo e todos sejam vacinados em breve”, finalizou Claudia Menta, coordenadora Assistencial da UPA.